coloque aqui seu e-mail para seguir este blog

domingo, 2 de junho de 2013



almoço grátis

        Nosso intrépido governador Tarso Genro cometeu grandes festividades com o término de alguns pedágios, na zona da serra. Toda essa pirotecnia mira seu projeto da reeleição.

        Esse tema dos pedágios é altamente discutível. Os pedágios foram metidos goela abaixo, sem nenhuma discussão, pelos governantes, ao povo que utiliza transporte, individual e coletivo. Temos que considerar, também, que alguns são abusivos. Em qualquer lugar civilizado, só pode cobrar pedágio quem constrói a via e faz sua manutenção. Aqui as concessionárias receberam estradas prontas. É de bom tom, também, que o poder público mantenha rotas alternativas para quem não queira pagar pedágio. No Brasil isso não acontece.

        Entretanto, estrada custa dinheiro, muito dinheiro. Com o desenvolvimento da tecnologia, as vias de rolagem necessitam não ser apenas lisinhas, mas também ter bons acostamentos, boas áreas de escape. Faz parte da segurança e conforto a instalação e manutenção de câmaras, telefones, wifi e mesmo equipes permanentes de socorro. Uma amiga nossa contou que teve o pneu de seu carro furado e foi assistida pela equipe de socorro da estrada pedagiada.


        Como disse, isso custa muito dinheiro. E não é questão ideológica. Estrada é cara em qualquer lugar do mundo. Não existe almoço grátis. Alguém tem que pagar a conta. Se não forem os usuários das estradas, eu, tu, nós, eles, os velhinhos aposentados, os recém-nascidos, os beneficiários do bolsa família, todos pagarão a conta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário