coloque aqui seu e-mail para seguir este blog

quinta-feira, 27 de setembro de 2012



Fim melancólico






Quem diria, heim? A ARENA, partido que foi suporte político da ditadura militar, depois metamorfoseado em PDS, PPB e a agora, PP, encolhido, vertiginosamente com a fuga de seus políticos para a base governista, virou mercadoria de manobra pelo governo do Partido dos Trabalhadores. Mercadoria paga regiamente, como se viu agora.


Que vergonha, PP! O partido do senador Daniel Krieger, invadido por gangsteres, na figura de dois Pedros, o Correa e Henry , de dois Josés, o Borba e o Janene, (este último evadido da justiça por via celestial), todos sob a batuta do bandido maior, Paulo Maluf.

Que vergonha, PP, o partido que mandava e desmandava no Brasil, partido que apoiou integralmente o AI-5, que avalizou a tortura e o assassinato de pretensos opositores, virou capacho do PT. Que fim melancólico!


2 comentários:

  1. Está finalmente cumprindo uma função social.A de servir. O pagamento do mensalão foi um avanço.O povo,normalmente as elites elegem uma catrefa de picaretas que VÃO negociar seus mandatos.Estão lá por dinheiro.Então se paga e eles votam. Simples e muito mais barato.

    ResponderExcluir
  2. Penso diferente. O espaço da corrupção é espaço cinzento. Não se sabe quem está utilizando a corrupção a favor do país e quem está simplesmente a utilizando para se locupletar.
    Vejam o exemplo do Sílvio Pereira, secretário do PT. Candidamente, confessou ter recebido um veículo de R$ 80.000,00 de uma empresa em troca de benefícios no governo.
    Na verdade, defender o mensalão como estratégia política mostra uma mentalidade maniqueísta, em que os governistas são os bons e outros são os malvados, que só trabalham se forem comprados. Na realidade as pessoas não são assim.
    Só para ilustrar o raciocínio, o dinheiro da corrupção utilizado para pagar despesas eleitorais de um político do PT é válido? Mas esse procedimento não estará prejudicando outro político, que não tem acesso a esse benefício, só porque pensa diferente?
    Em minha opinião, o episódio do mensalão tem uma faceta mais sórdida do que o simples roubo do dinheiro público, que certamente está fazendo falta para uma enorme população desvalida, a brasileira. O mensalão matou, em parte, a esperança, de grande parcela da população, de um governo íntegro, voltado para o desenvolvimento do país, mostrando que na luta pelo poder utilizam-se todas as armas, mesmos as mais imorais.

    ResponderExcluir