coloque aqui seu e-mail para seguir este blog

quarta-feira, 23 de maio de 2012

blogue do zeca



QUESTÕES ONÍRICAS

Dormir, dormir... sonhar talvez.
William Shakespeare
Quando a luz acende é uma tristeza, trapo, presa
Minha coragem muda em cansaço
Toda fita em série que se preza, dizem, reza
Acaba sempre no melhor pedaço
Aldir Blanc
Sonhar é acordar-se para dentro. 
Mário Quintana
Eu tenho uma espécie de dever, dever de sonhar, de sonhar sempre,
pois sendo mais do que um espetáculo de mim mesmo,
eu tenho que ter o melhor espetáculo que posso.
E, assim, me construo a ouro e sedas, em salas
supostas, invento palco, cenário para viver o meu sonho
entre luzes brandas e músicas invisíveis.
 
Fernando Pessoa
"Sonhar
Mais um sonho impossível
Lutar
Quando é fácil ceder
Vencer o inimigo invencível
Negar quando a regra é vender
Sofrer a tortura implacável
Romper a incabível prisão
Voar num limite improvável
Tocar o inacessível chão
É minha lei, é minha questão
Virar esse mundo
Cravar esse chão
Não me importa saber
Se é terrível demais
Quantas guerras terei que vencer
Por um pouco de paz
E amanhã, se esse chão que eu beijei
For meu leito e perdão
Vou saber que valeu delirar
E morrer de paixão
E assim, seja lá como for
Vai ter fim a infinita aflição
E o mundo vai ver uma flor
Brotar do impossível chão"
 
Chico Buarque
Mais vale sonharmos a nossa vida do que vivê-la, embora vivê-la seja também sonhar. 
Marcel Proust
Como é por dentro outra pessoa
Quem é que o saberá sonhar?
A alma de outrem é outro universo
Com que não há comunicação possível,
Com que não há verdadeiro entendimento.
Nada sabemos da alma
Senão da nossa;
As dos outros são olhares,
São gestos, são palavras,
Com a suposição de qualquer semelhança
No fundo.
 
Fernando Pessoa 
Hoje já não durmo para descansar, durmo para sonhar
Walt Disney
A coisa mais legal para mim é dormir, porque ao menos eu posso sonhar 
Marilyn Monroe
Alguns homens veem as coisas como são, e dizem 'Por quê?' Eu sonho com as coisas que nunca foram e digo 'Por que não?' 
George Bernard Shaw
Ah, memória, inimiga mortal do meu repouso! 
Miguel de Cervantes

Será que a realidade não é apenas a plataforma do grande jogo que é sonhar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário